mais-dez-antonio-vital-casal-figueira-vinho-bebespontocomes

António

Branco Lisboa 2012
12,5% Vol.

Fez 10 anos que começámos a namorar… mas este ano só nos lembrámos no dia seguinte! Podem achar que não importa, ou que não interessa, para muitos as datas estão longe de ser o mais importante. Mas comemorar é importante!… sobretudo se recordamos histórias e momentos que já vão vagos na nossa memória, em que não pensamos todos os dias, nem todos as semanas, nem todos os meses… mas que também não devemos esquecer.

Ao comemorar mantemos a humildade de nos lembrarmos que algo, ou alguém, teve de ser conquistado.

Foi por acaso que nos encontrámos, mas não foi por acaso que ficámos juntos…. Não podemos viver no passado, mas muitas vezes é o “sítio” certo para irmos buscar exemplos de humildade e conquistas passadas… visualizamos, sorrimos e ganhamos força para continuar. Neste caso o objectivo é voltar a comemorar daqui a 10 anos, uma meta que não se torna mais fácil com o decorrer do tempo!

E se nem todos podemos deixar um vinho para a posteridade que deixemos alguma coisa, nós deixaremos este texto…  e outras partilhas, como por exemplo esta de experimentar a casta Vital pela primeira vez. Pela mão de um apaixonado, António Carvalho, cuja paixão perpétuou na sua esposa Marta Soares. Nada mais adequado para a nossa noite…

Um bom vinho, que é também um bom caso de amor.

A esposa de António, Marta Soares, artista plástica, dedica-se à Quinta Casal Figueira, em Torres Vedras, na Serra de Montejunto, onde mantém vivo o sonho do marido (que faleceu) de produzir vinhos de terroir, com um cultivo baseado na filosofia biodinâmica.

casal-figueira-antonio-vital-2012-mais-dez-bebespontocomes

Por Tributo ou por Paixão?

Depois de termos lido algumas peças sobre a Marta (não a conhecemos pessoalmente) percebe-se que hoje o sonho é dela… não será só o tributo que a move, será a paixão. Como em muitos casais, a paixão de um passa a ser a paixão do outro… Hoje o “António” é o vinho da Marta.

Um vinho feito de vinhas velhas de Vital, casta autóctone da região de Lisboa, sob clima Atlântico e solo calcário, que estava um pouco esquecida e coube a António Carvalho o mérito pelo seu renascimento. “Colhido em condições singulares e trabalhado com um quase espírito de devoção. Videiras velhas e muito velhas dispersas pelas encostas pedregosas e uma uva que tende a oxidar rapidamente, obrigando a que a vindima seja acompanhada com uma carrinha frigorífica.”

Não ficámos indiferentes à sua frescura mineral!… e acompanhou divinamente esta noite especial e uma paella mista ( receita da Filipa Gomes para o 24Kitchen).

casal-figueira-antonio-2012-vinho-bebespontocomes

INFORMAÇÃO TÉCNICA:

Notas de Prova
Cor: amarela
Aroma: citrino floral
Sabor: muito mineral, jovem, acidez
Final de Prova: persistente toranja

Castas
Vital

Preço: 13,50€

Nota: ” Fruta amarela bem madura, ligeiros achocolatados e um pouco de menta, ervas apimentadas a dar complexidade e sedução. Cremoso, muito equilibrado, com acidez no ponto, minerais finos, final delicado e longo. “ in Revista de Vinhos.

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *