Tapada dos Monges / Azal

Branco Verde 2011
11,5% Vol.

You are now entering a Stress Free Zone

De férias, seja onde for, levamos a nossa garrafinha de vinho… e mais nada!

Até no Spa arranjamos uma boa companhia para a “dieta”… para nós encarada de tantas formas possíveis… basicamente cuidar do corpo tratando-o bem e mimando, não esquecendo que é ele que nos sustenta nesta longa viagem que é a vida. E da mente também, para combater um monstro chamado Stress, que envelhece, causa depressão e é o responsável por muitos dos danos físicos e psicológicos de que padecemos nos dias de hoje.

E cada um combate da maneira que pode e sabe…pode ser através de uma alimentação e vida saudável, ou pura e simplesmente por uma forma de estar na vida.

vinho-azal-verde-tapada-monges-vinhos-norte-mentes-light-spa-hotel-douro-palace-bebespontocomes

Happy, como a música!!

A alegria, por exemplo, de uma “light sandwich club” acompanhada de um Vinho Verde, como este Tapada dos Monges Azal… Foi o menu escolhido para um almoço de férias no Spa do Douro Palace Hotel, com direito a uma fruta laminada para sobremesa. Um clássico das refeições ligeiras, a “Sandwich Club” dizem ter sido criada no século XIX em Nova Iorque, no Saratoga Club-House, um Casino só para homens.

Leva normalmente 3 fatias de pão entre o bacon e o peito de perú ou de frango, alface, tomate, ovo e maionese, e é uma refeição muito completa. Nós adoramos! Um maravilhoso programa anti-stress. Alguém discorda?!

Qual detox qual quê…

Quanto ao Azal, sendo uma casta que não é frequentemente utilizada em monovarietais, é uma das mais populares da região, e provámos a 1ª vez pela mão deste Tapada dos Monges ( nome de homenagem aos monges que no século XII que introduziram a produção de vinho na região).

Um vinho fresco e jovem para acompanhar petiscos leves, mas sobretudo momentos alegres e “mentes light”.

vinho-verde-azal-tapada-monges-mentes-light-bebespontocomes

INFORMAÇÃO TÉCNICA:

Notas de Prova
Cor: cristalina cítrica
Aroma: frutado e delicado
Sabor: equilibrado, com corpo e acidez em sintonia
Final de Prova: fresco

Castas
Azal

Enólogo
Guilherme Pereira

www.vinhosnorte.com

Preço: 4,70€ 
@RuralNet

2 Comentários

  1. Com o dia de temporal de hoje esse momento fez-me fechar os olhos e viajar até ao solinho do Douro e imaginar a frescura do Azal 🙂

    Obrigada pelo post, ficamos todos vaidosos do nosso “verdinho” para mentes abertas 🙂

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *