Amantis
bebes.comes 13/08/2017

Amantis / Reserva

Branco Alentejo 2007
14% Vol.

Somos uns amorosos. Líricos. Piegas. Sentimentais.

E por isso, não podíamos deixar de passar numa das quintas de vinho mais românticas de Portugal…

Conta a história que uma propriedade, situada na cidade de Estremoz, foi adquirida em tempos por D. João V para oferecer a uma cortesã, D. Maria, por quem estava perdidamente apaixonado, e que visitava sempre que se deslocava ao Paço de Vila Viçosa para as suas caçadas.

Foi essa cortesã que deu o nome à Quinta Dona Maria, e ao vinho que aqui actualmente é produzido.

A Cortesã e a Capela…

pois é também conhecida como Quinta do Carmo, pela capela construída em 1752, dedicada a Nossa Senhora do Carmo… pelo que Quinta Dona Maria e Quinta do Carmo passaram a ser dois nomes pelos quais se denomina a Quinta onde hoje se produzem os vinhos Júlio Bastos.

A Capela do séc. XVIII é rica em trabalho de mármore – dos três tipos, branco, cinzento e rosa – em azulejo, pintura, talha e claro, a especial imagem de Nossa Senhora do Carmo, esculpida em madeira, pelo que merece a visita.

A casa apalaçada do princípio do séc. XVIII é hoje um ponto de referência, não só pela beleza como também pela sua história e qualidade dos vinhos que sempre produziu. Mais uma vez, o seu interior é rico em azulejos do séc. XVIII, e em mármore, típico da região.

Quem visita, não deixa de se sentir impressionado pelo romantismo e a dimensão do local, de cariz acristocrático, até quando passamos à Adega, onde se encontram os famosos lagares feitos de mármore da região, numa sala imponente e ampla, onde se destaca também a tradicional chaminé alentejana.

Ao atravessar o terreiro reconstituímos romance e revivemos segredos de corte escondidos pelo jardim, passeamos entre palmeiras seculares e recantos cheios de história.

Porque aqui tudo é especial… o caramanchão de ferro entrelaçado, o pequeno lago com uma cascata de pedra e ainda o antigo tanque de rega onde encontramos uma estátua de Neptuno em mármore branco, empunhando o tridente, dominando uma nereida de monstros marinhos…

O vinho, esse, é Amantis…

Uma homenagem ao amor e à história de D. Maria e D. João V.

Para nós, uma paixão de 2007, com suaves aromas outonais, um toque fumado, ligeira acidez e untuosidade… que partilhámos com amigos e a enóloga da casa, Sandra Gonçalves, em Novembro de 2016.

Sem dúvida que a companhia deles foi o melhor pairing para o vinho, mas sonhávamos voltar um dia a este Amantis 2007… e cumprimos o sonho! Voltámos e levámo-lo connosco.

Um vinho de culto que descansa agora na nossa garrafeira, para ser aberto, quem sabe na presença dos mesmos e de uma deliciosa sopa de cação.

Até lá, acabamos assim, perdidamente apaixonados.

INFORMAÇÃO TÉCNICA:

Notas de Prova
Cor: amarelo dourado
Aroma: ligeiro tostado, baunilha, mel e frutos secos
Sabor: ligeira acidez, volume e corpo médio, com alguma complexidade q.b.
Final de Prova: médio e persistente

Castas
Viognier

Produtor
Júlio Bastos

Preço: 20,00€


Quinta Dona Maria

Quinta do Carmo 7100-055 Estremoz, Portugal

www.donamaria.pt

COORDENADAS GPS: N 38° 51′ 15.92” W 7° 35′ 8.626”

Nota: A Quinta Dona Maria vale bem uma visita não só para os apaixonados pelo vinho, mas também pelo que representa de beleza histórica do nosso país.

As visitas podem incluir:
Visita à Capela do séc. XVIII, consagrada a Nossa Senhora do Carmo.
Visita à adega, onde se encontram os famosos lagares em mármore, e onde, ainda hoje é feita a “pisa” da uva.
Prova de todos os vinhos acompanhada por pão e queijos da região.
Almoço ou jantar no Palácio.

Necessária pré-marcação e preço por pessoa sujeito a consulta.

Deixe o seu comentário

Seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *