Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!
O Caneiro
bebes.comes 30/04/2018
O que escrever de um “templo” da gastronomia portuguesa, senão contar a nossa própria história…

Conhecemos o Ricardo Dias, do Restaurante Caneiro, quando fomos convidados para o “Às Cegas” do Programa Imperdíveis no Porto Canal.

Ficou aí lançado o convite para irmos até ao Arco de Baúlhe.

Acabou por acontecer num dia sem aviso, em que estavámos em viagem e lembrámo-nos de fazer um desvio. Enquanto nós estávamos preocupados com o adiantado da hora em que chegaríamos para jantar, para o nosso anfitrião, mais do que um incómodo, parecía um alívio.

Só quando chegámos percebemos…

O Caneiro é um santuário da cozinha minhota… pelo que, muito justamente, estava cheio.

E nós, temos humildemente de aceitar o facto, de estarmos muito longe de conhecer tudo o que de bom se faz em Portugal!

Desde esse dia ficou a vontade de voltar (e voltaremos sempre que pudermos), para mais uma refeição deliciosa e uma fotoreportagem para o nosso blog.

O Caneiro existe há 35 anos, e é um clássico da restauração do norte do país.

Recentemente sofreu uma profunda renovação, e apresenta-se agora mais sofisticado e moderno, sem beliscar a excelente cozinha regional que aqui é servida.

Na decoração, actual e elegante, salta desde logo à vista a garrafeira. Um assunto sério, em quantidade e qualidade. Bonita e climatizada, são inúmeras as referências disponíveis (inclusive a copo), de todas as regiões demarcadas do país, e também internacionais.

Vinhos para todos os gostos, que acompanham a qualidade desta cozinha de tradição e referência da região de Basto.

O cenário perfeito para o nosso almoço neste dia…

Sentámo-nos confortávelmente junto a ela, e abrimos as hostilidades com uma genuína e saborosa Alheira e uns Cogumelos Selvagens. A seguir, e para não variar, como diz o Ricardo, escolhemos o Polvo Assado com Arroz do Mesmo.

É tão bom que podíamos comer sempre e só isto!

Mas experimentámos ainda outro clássico da casa, os Lombinhos com as Batatas da Escola. Tipicamente uma receita antiga da região, e que nos fez lembrar as batatas fritas da nossa avó Alice.

É assim a comida no Caneiro, absolutamente deliciosa!

E ainda nos faltam tantos pratos para experimentar…

…como o Cabrito Assado no forno, os Rojões à Minhota (já decidimos que é o que vamos comer da próxima vez que voltarmos), a Posta de Vitela, o Cozido à Portuguesa, ou o Polvo e o Bacalhau na brasa.

E convém guardar sempre um espaço para a sobremesa (mesmo depois de muito bem servidos!) pois aqui brilha o Pecado da Avó. Para além de outras delícias caseiras, esta é uma receita que vem de família e consiste num crepe recheado com doce de ovos e amêndoa, caramelizado e coberto com natas.

O que dizer mais? 100% recomendado! É puro prazer à mesa.

O que nos mói mesmo é estarmos a tantos kms de distância… e já estarmos com água na boca!


Caneiro

Lugar do Caneiro, 4860-069 Cabeceiras de Basto, Portugal

www.facebook.com/Restaurante-Caneiro

COORDENADAS GPS: N 41° 29′ 25.693” W 7° 57′ 43.531”

Deixe o seu comentário

Seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *