Collection

O Nosso Vinho tem uma História, e essa inicia agora…

Não acordámos um dia a pensar que queríamos ter um vinho e esse nem sequer é um desejo antigo… tão só uma vontade que foi nascendo e que decidimos fazer acontecer!… sempre acreditando em nós e neste novo mundo pelo qual nos apaixonámos…

Hoje é um sonho que se realiza!

O vinho em Conceito:

Um projecto que pretendemos tenha seguimento e ao qual chamaremos Collection.
A ideia é escolher vinhos singulares, de terroirs distintos, e dar-lhes uma “roupagem” apelativa.

 

 

Bebes.Comes / Bairrada by Luís Patrão:

A imagem é um aspecto muito importante do nosso projecto, e para ilustrar o rótulo desta nossa terceira edição Collection convidámos a artista australiana Chloe Bennett (YEAH YEAH CHLOE), também ela uma criativa emergente das plataformas digitais, com uma linguagem marcadamente urbana.

Para esta nossa Baga, criou uma imagem bonita, feminina e elegante, bem de acordo com o que pretendíamos.

E, à semelhança das anteriores ilustrações presentes nos rótulos dos vinhos Bebes.Comes, pode ser interpretada das mais diversas formas…

ritamarques
O vinho em estado líquido:

Risco, ambição e paixão, os ingredientes certos para apostarmos na criação de um vinho Baga da Bairrada.

A Baga é a casta tinta predominante da Bairrada. Uma variedade vigorosa, com cachos de bagos pequenos e de maturação tardia.

Em solos argilosos e com boa exposição solar, a Baga consegue amadurecer bem e produzir vinhos de cor delicada, que podem envelhecer em garrafa durante muitos anos.

Para se juntar a esta família Collection convidámos alguém que se tem dedicado à recuperação das castas tradicionais da região e à produção de autênticos vinhos DOC BAIRRADA, o enólogo Luís Patrão.

 

 

O Bebes.Comes Bairrada 2018 resulta numa experiência que o Luís já vinha a idealizar há algum tempo.

A ideia era recriar o perfil de Baga que o Luís se recordava de provar nos pequenos agricultores que faziam vinho para seu próprio consumo. Estes vinhos eram muito leves e delicados de cor, grau alcoólico moderado e acidez fina e bem envolvida.

Eram sobretudo vinhos muito elegantes, fáceis de beber jovens, e que acompanhavam as suas refeições diárias.

Elegante, simples e honesto.

Somos nós. À nossa imagem, e à de todos os que fazem parte deste projecto.

AS NOTAS:

Uma edição limitada a 1700 garrafas, onde brilha a casta Baga. Na prova mostra uma cor violeta viva e de concentração muito ligeira. O aroma evidencia sobretudo a fruta primária, destacando-se a cereja e os frutos silvestres bem evolvidos em notas de musgo.

Na boca, a acidez confere precisão e frescura notável. Os taninos muito bem fundidos advinham boa longevidade de garrafa. Deve ser bebido ligeiramente fresco (14–15 ºC).

 

 

Para quem interessar foi feito assim:

bebes.comes/douro

. Parcela de Baga com cerca de 30 anos de encosta e solos argilo-calcários;
. Uvas colhidas manualmente e parcialmente esmagadas para o depósito de inox;
. Fermentação conduzida por leveduras indígenas;
. Estágio de cerca de 8 meses em barricas de carvalho francês usado (225L) e seguindo-se 6 meses em garrafa.

Download Ficha Técnica

 

Para saber mais informações e onde encontrar o vinho à venda, por favor contacte-nos.

 

 

 

 


 

Bebes.Comes / Douro by Rita Marques:

Para conceber a imagem da 2ª edição do nosso projecto Collection convidámos o artista plástico João Noutel.
Começámos a seguir a obra do João, e a conhecer melhor o seu trabalho, através da ligação que ele mantém com a imagem de alguns vinhos premium. É reconhecível a sua linguagem, irónica, assertiva, gráficamente forte, marcadamente urbana e com influências na Pop Art.

Mais uma vez a inspiração era o universo feminino, aqui representado pelo autor através de uma imagem limpa e directa, com forte impacto visual, tão marcante e irreverente como a identidade da autora do vinho.

ritamarques
O vinho em estado líquido:

Num projecto de vinhos que se pretende representativo das várias regiões, criar um vinho tinto do Douro seria desde logo incontornável.
O destino colocou-nos Rita Marques no caminho. Enóloga e mentora do projecto Conceito, a cara de uma nova geração de sucesso além Douro e uma das mais talentosas enólogas portuguesas, com um entendimento privilegiado da região e uma produção baseada no respeito pelo terroir.

Por natureza ousada e fora da caixa, aceitou prontamente o convite de assinar a 2ª edição do nosso vinho Collection!

Facilmente nos identificámos com o perfil do vinho pretendido por todos.
O resultado final procurámos que fosse representativo da região e dos nossos gostos, fresco, gastronómico, e com potencial de envelhecimento. Longe de querermos ser consensuais, este é um vinho que o reflecte e que nos reflecte.

À nossa imagem. Esperamos se identifiquem também.

 

AS NOTAS:

Uma edição limitada a 1700 garrafas, onde brilham as castas tradicionais das vinhas velhas do Douro (Tinta Roriz, Touriga Franca, Rufete, Tinta Amarela, Touriga Nacional e muitas outras). De cor rubi com laivos violáceos, muito jovem, apresenta aromas apelativos, como frutos do bosque, minerais esmagados, notas de resinas de esteva, e especiarias.

Na boca é fresco e macio, com amplitude e profundidade, boa estrutura de taninos muito bem domados, e um final longo, preciso e refrescante.

 

Para quem interessar foi feito assim:

bebes.comes/douro

. Em solos de xisto, vinhas com 80 anos da Quinta do Cabido, perto de Numão;
. Uvas colhidas à mão para caixas pequena;
. Desengace parcial, seguido de esmagamento e bombagem para cubas de aço inoxidável;
. Fermentação com temperatura controlada, remontagens suaves, maceração final de uma semana;
. Fermentação malo-láctica em cuba;
. Estágio de 20 meses em barricas de carvalho francês (50% novas).

Download Ficha Técnica

 

Para saber mais informações e onde encontrar o vinho à venda, por favor contacte-nos.

 

 

 


Bebes.Comes Collection

 

Bebes.Comes / Dão by Lúcia Freitas:

Para conceber a imagem do nosso primeiro vinho BEBESPONTOCOMES Dão by Lúcia Freitas convidámos o ilustrador André da Loba, a quem pedimos que se inspirasse no universo feminino… o pretendido seria um “objecto” de colecção acessível a todo o tipo de públicos, desde enófilos a curiosos.

 

luciafreitas
O vinho em estado líquido:

Queríamos começar no terroir do Dão e pelas mãos de uma mulher.
Desafiámos a enóloga Lúcia Freitas, pelo trabalho reconhecido na região, mas também por ser nossa amiga. Imediatamente aceitou o desafio, identificou-se com o nosso projecto e foi muito fácil de trabalhar.

Há que simplificar as coisas… ela tratou do vinho e nós tratámos da imagem!

Que vos dê prazer este vinho, que é branco, do ano 2013, e que se pretende sem género, democrático, apelativo e muito gastronómico!

 

 

 

AS NOTAS:

Uma produção limitada a 1000 garrafas, onde brilha o Encruzado do Dão (85%), bem acompanhado do Cerceal (15%).
De uma cor amarela citrina, e aromas de flor de laranjeira, toranja e frutos brancos de pomar, com notas de barrica muito discreta.

Na boca é subtil, mineral, mostra uma excelente acidez cítrica, textura e um final longo e firme.

 

Para quem interessar foi feito assim:

bebes.comes/dão

. Prensagem em prensa pneumática com 4h de maceração pelicular;
. Fermentação em inox com temperatura controlada (16-17ºC);
. Battonage após a fermentação;
. Estágio de 9 meses em barricas usadas de 300L carvalho francês.

Download Ficha Técnica

 

Para saber mais informações e onde encontrar o vinho à venda, por favor contacte-nos.

 

error: O conteúdo está protegido !!