Mesa Tradição
Bebes.Comes 27/12/2018

Arrepiado / Tradição

Tinto Alentejo 2014
15% Vol.

Por estes dias recebem-se amigos e família.

Luzes, música, acção!

A mesa está posta. E é altura para conviver e provar de tudo.

Ser um bom anfitrião parte em primeiro lugar da nossa vontade em receber, o resto é uma arte que se refina com o tempo…

Hoje, deixamos um cheirinho do que nunca pode faltar quando somos nós Os Anfitriões!


Bebidas.

Têm de estar sempre preparadas, em boa quantidade, sem estar a contar com o que os convidados vão trazer.

Gostamos de as servir a todos mal chegam, e começamos normalmente por algo mais leve, que tanto pode ser sangria, rosé, espumante ou vinho branco (depende da nossa disposição, do que há na garrafeira e essencialmente de quem vamos receber).

E que nunca falte bebida no copo (com a devida atenção para quem vai a conduzir!).

No final da refeição, é obrigatório servirmos um bom vinho Madeira, Moscatel ou Tawny.


Música.

Quem nos conhece sabe que é essencial, em nossa casa, nas nossas festas e em tudo o que fazemos!

Gostamos de estar a par das tendências actuais da música, mas a nossa playlist é bastante eclética, ouvimos desde Roberto Carlos a Dua Lipa.

Quando temos convidados em casa, escolhemos algo agradável e que disponha bem, mas que não seja de todo entediante!


Aperitivos.

Somos muito ao estilo italiano no que toca a entradas… adoramos bruschettas, carpaccio e foccacia!

Para receber os amigos apostamos em coisas boas e fáceis, e normalmente preparamos um Antipasto (ou para quem preferir em português, a chamada tábua de frios).

O Antipasto tradicional inclui fumados, azeitonas, anchovas e vários tipos de queijo, uma combinação variada de ingredientes saborosos e coloridos que estimulam a visão e o paladar.

Ideal para abrir o apetite e estender o tempo à volta da mesa com os amigos. Nós costumamos fazer um Antipasto portuga, com uvas, presunto, queijos, frutos secos, compotas picantes, gressinos e tostas.

Corre sempre bem!


Refeição.

Uma só palavra: Forno!

Seja carne, peixe ou vegan. Torna as coisas bem mais fáceis… Ajuda a ter a comida sempre quente, e permite-nos ter tudo pronto e a cozinha arrumada antes de os convidados chegarem.

Estarmos livres para conviver é o mais importante!


Ambiente.

Ainda não percebemos bem porquê, talvez por a casa ser pequena, mas os nossos convidados vão sempre parar à cozinha quando chegam e sentem-se lá bem…

Por isso, temos o cuidado de ter tudo pronto antes de eles chegarem e só guardamos para fazer na hora a preparação dos aperitivos e o tempero das saladas, deixando que eles façam parte desse momento connosco.

Uma infomalidade planeada para que os nossos amigos e família se sintam bem e em casa.

Na verdade, não há muita diferença entre recebermos pessoas de fora ou estarmos os dois para jantar.

Damos aos outros aquilo que gostamos para nós.

E neste dia, experimentávamos a decoração da mesa para receber os amigos, até porque estávamos ansiosos por estrear as peças novas que comprámos do Laboratório d’Estórias, ‘A Bruxa e os Frutos‘ e a ‘Frutos da Praça‘.

Em vez da tábua (porque não pode ser sempre igual!) preparámos uma espécie de taça vegetariana, com húmus e vegetais, e decorámos com lagostins.

Digamos que, ficou bonito…

O vinho foi fácil escolher, sabíamos à partida o que combinava com o assado e com o perfil dos nossos amigos.

“Huuummm…. TÃO BOM!
Cheira a fruta, figos e flor de Figueira.
Um vinho daqueles que ainda não meteste na boca e já estás a gostar.
Tem muito boa acidez e pede comida.”

Em poucas palavras, e nas essenciais, a descrição feita pelos próprios!

100% Touriga Nacional. Dezoito meses em barricas de carvalho francês, e um lote que resultou da selecção das melhores barricas. Nos aromas é complexo e intenso, na boca é bastante encorpado, destacando-se a sua elegância e final de grande frescura.

Não é o vinho que vai acompanhar o bacalhau, mas que pode bem brilhar nos jantares de amigos e com a chanfana ou cabrito de dia 25.

Pode beber-se já, mas mais uns anitos ainda o vão deixar mais afinado.

INFORMAÇÃO TÉCNICA:

Notas de Prova
Cor: violeta escuro
Aroma: frutos pretos, tabaco e leves notas de violetas
Sabor: bom volume e taninos redondos
Final de Prova: fresco e persistente

Castas
Touriga Nacional

Enologia
António Maçanita

Produtor
Herdade do Arrepiado Velho

www.arrepiadovelho.com

Preço: 29,00€

Nota: Garrafa #0200/3066.

Deixe o seu comentário

Seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *