Quente Sopa e Fresco Vinho

Duas Quintas / Reserva

Branco Douro 2010
13% Vol.

Um pouco para desenjoar da quadra… não só da comida, da quadra mesmo… a melhor sopa de peixe de todas! Uma constante na família, a Sopa de Peixe do Tio Peixinho. A sopa como resultado, pois o ingrediente maior é a generosidade deste tio que está sempre disposto a cuidar e a fazer. A boa vontade e o sorriso com que vai para a cozinha, com que abre o o vinho que mais gostamos ou como se interessa pelos nossos assuntos…  

Significado de Tio: 
“s.m. Irmão do pai ou da mãe em relação aos filhos destes: tio paterno, tio materno. O marido da tia (tio por afinidade). Por laços de sangue ou afinidade”

duas-quintas-bebespontocomes

…fomos abençoados por tios fantásticos, sempre cheios de doçura e compreensão. Portanto, Tio é para nós muito mais do que este significado…

é para nós um valor seguro, como o vinho que abrimos para harmonizar com esta maravilhosa sopa!

Um vinho marcado por um Verão fresco, o que lhe confere uma especial frescura e mineralidade, e que acabou por nos fazer despertar os aromas e sabores desta época que já nos traz tanta saudade, e esquecer um pouco o mau tempo que se vai fazendo nesta altura…

Uma combinação perfeita em modo estilo e palato… resultado de uma receita com ingredientes simples e fiel ao espírito da verdadeira sopa de peixe, sem “aditivos”, e este vinho de tradição e tão fiel ao que esperamos de um Duas Quintas.  

Receita da Sopa de Peixe do Tio Peixinho (4 pax):

Coze-se o peixe de caldeirada (o tio usa um “red fish“, uma posta pequena de perca e peixe tintureira) com água, azeite, vinagre, um dente de alho, uma folha de louro, uma cebola cortada ao meio, salsa e sal. Ao fim de 10 minutos de começar a ferver está cozido. Retira-se o peixe, tiram-se a pele e as espinhas, e desfia-se um pouco. A água de cozer o peixe é então coada porque vai ser reutilizada.  

Noutra panela, cozem-se duas batatas, uma cebola, dois dentes de alho, duas folhas de louro, metade de um pimento vermelho e um verde, um tomate pelado sem pele e pevides, com azeite, sal com cuidado e um bocadinho de piripiri. Quando as batatas estiverem cozidas, tritura-se com a varinha mágica, e junta-se a água onde cozeu o peixe, depois de coada. Adiciona-se o peixe desfiado e rectificam-se os temperos (sal e picante), finalizando com um fio de vinagre.

A servir com coentros cortados na hora, para quem gosta como nós, e com pedaços de pão torrados ou os famosos croutons.      

duas-quintas-Quente-Sopa-e-Fresco-Vinho-bebespontocomes

INFORMAÇÃO TÉCNICA:

Notas de Prova
Cor: límpida e brilhante, amarelo citríno c/reflexos dourados
Aroma: notas de citrinos e ligeiro toque floral
Final de Prova: com um certo volume, que termina em frescura, tornando-se persistentes os cítricos e minerais

Castas
Rabigato (50%) Arinto (20%) Viozinho (20%) Folgazão (10%)

www.ramospinto.pt

Preço: 9,99€ [s/promoção 17.79€]
@Jumbo/Aveiro

Nota: Dedicado aos tios Peixinho, Fernando, Fidalgo, Rogério e Carlos.

1 Comentários

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *