Eu quero voltar…há assim uma música, não há? Pois, nós queremos voltar ao momento perfeito do jantar na Quinta do Vallado. Não foi o ponto de partida, porque esse foi a visita à Adega…mas foi um final perfeito!

Em dia tão quente, e a precisar de refrescar um pouco… decorreu a nossa visita marcada pelo efeito da gravidade, com base na arquitectura da adega, projecto de Francisco Vieira de Campos. No fim, em mesa corrida, a prova de três vinhos do Vallado, um branco, um tinto e um Porto Tawny… num espaço simples e elegante, como todos os espaços da Quinta e Adega.

Dia perfeito…passeio, visita a adega, fim de tarde na piscina com vista sobre o Rio Corgo e “jantar ao fresco”. Um ambiente em que foi difícil decidir se jantávamos no interior ou exterior… A refeição preparada pela Chefe da cozinha, uma senhora da zona, ao que sabemos, não de renome…um pequeno luxo confeccionado com produtos locais e da horta.

quinta-vallado-bebespontocomesentrada-quintavallado-bebespontocomesadega-barricas-quinta-vallado-bebespontocomes

Para vos deixar com água na boca … podemos dizer que para entrada saboreámos o azeite da Quinta do Vallado, bôla de carne caseira e alheira com pão da região…huummm…a acompanhar o Moscatel Galego. Para a refeição as meninas foram para o polvo à lagareiro e os meninos para os lombinhos com vinho do Porto…na óptima companhia de um Quinta do Vallado Reserva Branco e de um tinto tão bom, que até nos esquecemos de apontar a referência…mil perdões!!!!!

Para o final quatro sobremesas diferentes para experimentar…uma roleta russa a quatro, porque ninguém queria ficar com a laranja…mas estava divina aquela laranja laminada com redução de Vallado Porto Tawny!

interior-quinta-vallado-bebespontocomesrelax-quinta-vallado-bebespontocomesmesa-quinta-vallado-bebespontocomes

Ninguém bebeu demais, mas o que é certo é que as risadas foram muitas, e tivemos o bom senso de acabar apressadamente a nossa infusão de limonete, para não pertubar os hóspedes.

Concluindo, não nos importávamos de lá passar uns dias de férias… sim, porque há mais vida para lá do “Allgarve“! Vale a pena conhecer melhor o nosso país, suas gentes e sua História…No Douro não há tendas de bugigangas, nem bolas de berlim…mas também há camones e muito calor!

Quinta do Vallado

Vilarinho dos Freires, 5050-364 Peso da Régua, Portugal

www.quintadovallado.com

COORDENADAS GPS: N41° 9′ 43.218” W7° 46′ 0.415”

1 Comentários

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *